Áreas de atividade

Áreas terapêuticas

Focamos nossa atividade em três áreas de indicação:

Hematologia

Em hematologia, os produtos de proteína plasmática da Biotest são usados, acima de tudo, na profilaxia e tratamento agudo de hemofilia A e hemofilia B, um distúrbio de coagulação do sangue.

Quando as pessoas são afligidas pela hemofilia, seus corpos não são capazes de interromper o sangramento sozinhos. Mesmo pequenas lesões externas ou internas podem ter sérias consequências; em casos extremos, sem o tratamento adequado, os pacientes podem sangrar até a morte.

Em profilaxia, os afetados recebem injeções regulares do fator de coagulação (a cada dois ou três dias) para prevenir hemorragias desde o princípio. Além das consultas médicas e injeções regulares, esses pacientes podem levar uma vida essencialmente normal, sem comprometimento pela condição. Em caso de hemorragia aguda, preparações de fator VIII ou fator IX são usadas para interromper o sangramento.

A Biotest também está desenvolvendo o anticorpo monoclonal Indatuximabe Ravtansina (BT-062), um medicamento para uso no tratamento de mieloma múltiplo e vários outros cânceres (câncer de mama, câncer da bexiga).

Imunologia clínica

A Biotest desenvolve e produz várias imunoglobulinas em imunologia clínica. Elas são utilizadas no tratamento e profilaxia de distúrbios do sistema imunológico, que são hereditários ou adquiridos (por exemplo, através de infecção ou outras doenças). Em termos simples, as imunoglobulinas previnem que um vírus ou patógeno se espalhe através do corpo.

A Biotest possui competência especial com hiperimunoglobulinas utilizadas em indicações específicas. Um exemplo são as imunoglobulinas da hepatite B. Elas são administradas, acima de tudo, durante e diretamente depois de transplantes hepáticos devido à infecção pela hepatite B.

Medicina de tratamento intensivo

Na medicina de emergência e tratamento intensivo, as proteínas plasmáticas da Biotest são utilizadas, por exemplo, para corrigir a perda de volume de sangue e proteína que pode ocorrer após lesões sérias ou queimaduras. Outra importante indicação terapêutica é para infecções bacterianas graves (sepse) ou infecções pulmonares graves. Nessa área, em particular, preparações especiais de imunoglobulina, como a Pentaglobina® ou concentrado de IgM, que ainda está em desenvolvimento, salvam diretamente as vidas dos pacientes.